Reunião dos conselhos da Feeb-PR discute importantes assuntos de interesse dos bancários

01/12/2021
/
306 Visualizações

Foi realizada segunda-feira (29), reunião ampliada com os membros dos Conselhos Consultivo e de Representantes da Federação dos Bancários do Paraná (Feeb-PR) e demais dirigentes bancários em disponibilidade, por vídeo conferência em razão da pandemia de covid-19, para tratar de diversos temas de interesse da categoria bancária.

Gladir Basso, presidente da Federação e do Sindicato dos Bancários de Cascavel, coordenou a reunião e abriu os trabalhos falando sobre a reunião realizada com o Banco Bradesco, principalmente sobre a questão do grande número de demissões que vem ocorrendo naquela instituição financeira.

Para Gladir, “o Bradesco deve rever sua política de recursos humanos, valorizando mais seus empregados e melhorando sua responsabilidade social, evitando o grande número de demissões e pedidos de demissão que vem sendo observado pelas entidades sindicais”.

Gladir Basso também requereu ao Banco o reajuste do valor que é pago aos empregados a título de quilometragem em deslocamentos a serviço com veículos próprios, principalmente com o altíssimo reajuste dos combustíveis e outros componentes dos veículos, além da depreciação. O Banco comprometeu-se a revisar o valor do km rodado.

Ainda em relação ao Bradesco, foi solicitado pelo Banco a realização de um diagnóstico, por parte das entidades sindicais, dos  problemas enfrentados pelos bancários em relação ao seguro saúde (Saúde Bradesco), em cada região, para fins de aperfeiçoamento do sistema de atendimento de saúde como novos credenciamentos e o reembolso de 100% das consultas e exames nas cidades onde não há profissionais credenciados. Outro assunto encaminhado pela COE Bradesco/Contec foi de encontrar uma alternativa para que os funcionários que se aposentem ou que deixem a instituição possam manter o plano de saúde custeando as duas partes, o que hoje não é possível. O Banco ficou de analisar o tema mas acha difícil transitar na direção do banco..

OUTROS BANCOS
Também foram debatidos os problemas enfrentados pelos bancários dos bancos Itaú-Unibanco, Santander, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Com relação à Caixa, sobre o problema do plano de saúde que vem enfrentando problemas de sustentabilidade e cada vez mais penalizando os empregados com o aumento de contribuições para a sua manutenção. O dirigente Carlos Roberto Rodrigues fez, a pedido do presidente da Federação, a ampla abordagem sobre o grupo de trabalho que inicialmente trabalhou com uma empresa de consultoria e cálculos atuariais para permitir que este grupo de trabalho, coordenado por Carlos R. Rodrigues, pudesse chegar na elaboração da melhor proposta para o Saúde Caixa. Fez amplo debate sobre todo o processo de discussão e votação das propostas.

Os bancos Santander e o Itaú-Unibanco através de exposições da diretora Iara A. Freire e do presidente do Sindicato de Maringá Claudecir de Oliveira Souza e no Santander através da diretora Veridiany de V. Pinotti  também vêm praticando assédio moral e demissões em grande número, a despeito dos enormes lucros obtidos.

Na reunião foi aprovada por unanimidade a filiação da Federação ao Dieese, que prestará informações econômicas necessárias para subsidiar as negociações com os bancos. A Federação, segundo Gladir Basso, retoma a filiação ao Dieese já que por muitos anos manteve em sua sede administrativa uma subseção do Dieese que auxiliou durante o período todas as negociações em que a Federação e seus Sindicatos participavam como Fenaban, Banestado, cooperativas de crédito, etc.

Ainda, foi comunicado a solicitação de mediação junto ao Ministério Público do Trabalho para resolução de conflito com o Banco do Brasil na questão de jornadas de trabalho dos funcionários que se deslocam por grandes distâncias para atendimento do sistema PSO.

Foram prestadas informações sobre as ações judiciais em que a Federação é parte, bem como sobre a importância da observância da Lei Geral de Proteção de Dados pelas entidades sindicais, na qual a exposição foi feita pelo secretario geral da federação, João Haroldo.

Debateu-se a questão do limite de idade para estabilidade provisória dos dirigentes sindicais imposta pela Fenaban, como uma questão que deve ser combatida pelos dirigentes sindicais.

Aprovou-se a realização do Encontro Regional do Sul do País, a ser coordenado pela Contec ,nos dias 12 e 13 de janeiro de 2022.
A Federação através do dirigente de comunicação Paulo Roberto da Costa informou que está utilizando novas mídias sociais, como o Twitter e o Instagram, além de e-mail, Facebook e deu sítio de notícias diárias solicitando a todos a participação nessas novas redes.

VA E VR
Gladir Basso pediu a todos para que façam campanha contra o Decreto 10.854, do presidente da República, que pretende restringir/limitar os valores que as empresas pagam a título de Vale Alimentação (VA) e Vale Refeição (VR) para seus empregados, “pois isso representa um grave retrocesso nas relações trabalhistas”.
 
CURSO DA UGT
Em seguida, o diretor do Seeb-Cascavel, Ivanildo Claro da Silva, discorreu sobre os módulos do Curso da União Geral dos Trabalhadores (UGT), dentro do Projeto de Formação Político-Sindical, realizado durante este ano, em parceria com o Instituto Solidarity Center/AFL-CIO. O III Módulo, aplicado aos dirigentes sindicais e trabalhadores da Região Sul do Brasil, foi desenvolvido de 22 a 25 de novembro, de forma virtual. Desses módulos do curso, o Sindicato de Cascavel participou através do presidente Gladir Basso e dos diretores Ivanildo Claro da Silva, Célio Bondi de Carvalho, Edimilson Palma e Gilmar Unser.

POSSE NA FEEB
Ainda na reunião, Gladir Basso falou sobre a eleição e posse da nova diretoria da Feeb-PR encabeçada por ele e que deverá acontecer no início de 2022.O presidente da Federação conclamou mais uma vez todos os dirigentes da Federação e dos Sindicatos filiados a estarem permanentemente envolvidos na atividade sindical no sentido de atender a confiança da categoria. Concluiu dizendo que “não podemos frustrar em hipótese alguma a confiança e a expectativa da categoria num trabalho feito com muita dedicação, empenho e determinação a partir dos Sindicatos, passando pela Federação e a Contec, todos envolvidos e comprometidos na representatividade da categoria em primeiro plano, de lutar permanentemente para manter nossos direitos já conquistados e a busca de novas conquistas”.

Notícias Feeb Pr

COMPARTILHE

NOTÍCIAS RELACIONADAS